Como começar com e-mail marketing

Receber e-mail marketing é chato?

Depende!

A grande quantidade de informação que recebemos via e-mail todos os dias faz com que seja sim “chato” lidar com os e-mails. Porém, é através dos e-mails que recebemos as comunicações oficiais e importantes.

Do ponto de vista de quem recebe, tendemos a querer aproveitar apenas o que nos interessa e descartar as propagandas, spam ou comunicações intrusivas.

Já para quem envia os e-mails, esse meio de comunicação é das poucas formas que temos de realmente chegar até as pessoas sem muitos intermediários que limitam nosso alcance (como Facebook, Instagram, etc). Com a ajuda de ferramentas modernas e automação de marketing, podemos hoje nos comunicar com nossos leitores, prospectos ou clientes no momento certo e da maneira menos intrusiva.

Nesse artigo eu quero passar um pouco sobre como começar com o e-mail marketing e um pouco de automação de e-mails. É possível iniciar nesse mar de possibilidades sem gastar nada.

Esse artigo faz parte da série Como Criar um Site. Uma série para iniciantes de como criar um site do zero.

1 – O que é e-mail marketing

Como o próprio nome já diz, e-mail marketing é a ação de se comunicar com sua audiência através do e-mail.

Essa comunicação pode ter o objetivo de vendas, de informação ou de qualquer outro tipo de ação de marketing desejada. Newsletters, ofertas e avisos são tipos de e-mails comuns que recebemos.

O e-mail marketing por muito tempo foi uma interpretação digital das malas diretas. Uma forma barata e rápida de ‘invadir’ a atenção das pessoas para a venda.

Milhares de empresas infelizmente ainda fazem isso, mas não é uma prática recomendada e grande parte dos sistemas de e-mail já conseguem interpretar esses e-mails e colocá-los na caixa de spam.

2 – Estratégias simples

Por mais que hoje fazemos uso de aplicativos como WhatsApp, Slack, Messenger, Telegram, etc, o e-mail ainda tem seu lugar.

É impossível dizer como serão as comunicações profissionais e pessoais no meio digital no futuro, mas ainda acredito que o e-mail terá seu papel por um bom tempo.

Por isso, vale a pena pensar nessa plataforma tanto para sua comunicação oficial com seus clientes quanto para aquisição de clientes.

Com o e-mail podemos alcançar um grande número de pessoas de maneira flexível, customizada e gastanto pouco ou nada.

Para isso, vou te mostrar algumas estratégias simples abaixo.

Porém, antes de mais nada, é preciso estarmos alinhados em algumas coisas.

Pré-requisitos

Para criar uma estratégia de e-mail marketing é preciso ter uma lista de e-mails.

Diferente de ter um grupo de contatos no seu provedor de e-mail e selecionar todos para mandar em “CC”, aqui vamos utilizar um serviço de e-mail específico para esse tipo de ação.

Abaixo coloquei algumas sugestões.

Também, é bacana entender que não vale a pena abusar dessa comunicação. Você não quer ser o tipo de pessoa que manda vários e-mails todos os dias tentando vender ou “trabalhar” sua lista de e-mail.

É importante paciência e constância, mas na maior parte das vezes um ou dois e-mails por semana serão suficientes.

Por fim, pense que toda comunicação que você tem via e-mail deve partir do princípio de ajudar aquelas pessoas para quem está enviando os e-mails. Afinal, é através de um bom conteúdo que você vai encantar ser legitimado(a). Pense que pelo menos 80% do que você manda nos e-mails não tem a ver com vendas ou promoção das suas coisas.

Vejamos então algumas possibilidades.

Engajar

A estratégia mais simples é a de utilizar esse meio de comunicação direta com as pessoas para as manter lembrando que você existe.

Na internet o que não faltam são distrações e pessoas para acompanhar. Seja nas redes sociais ou por e-mail, algo que pode acontecer é das pessoas esquecerem quem você é.

Certo dia um usuário entrou no seu site para ler um artigo seu. Depois de ler e achar legal, resolveu deixar o e-mail dele na sua lista.

Se você esperar muito tempo para se comunicar com esse usuário, ele vai esquecer que deixou o e-mail na sua lista e vai pensar até que é um spam quando resolver dar um ‘oi’ novamente.

Digo em primeira mão que isso acontece. Passei um ano coletando e-mails antes de começar a me comunicar da maneira correta com minha lista. O que aconteceu é que quando enviei um e-mail depois desse ano, muitas pessoas não sabiam quem eu era, marcaram meu e-mail como spam ou então logo se descadastraram.

Vendas

Outra forma bem comum de utilizar o e-mail marketing é para fazer vendas.

No Facebook, assim como em outras redes sociais, temos que pagar para atingir as pessoas mesmo que elas nos sigam. Não adianta ter seguidores ou likes, pois uma mísera porcentagem vão realmente ter acesso às suas postagens se você não pagar.

No caso do e-mail, você pelo menos tem o acesso às pessoas sem intermediários e isso faz com que esse meio de comunicação seja muito poderoso para anunciar produtos, promoções ou ações que está fazendo no seu negócio.

Novidades

Por fim, a comunicação de novidades sobre o seu negócio é algo bem efetivo e comum. Esse é o tipo “Newsletter” que tanto temos contato quando entramos em websites.

Se você tem algo novo no seu negócio e que ajude seus usuários, potenciais clientes ou clientes em alguma coisa, talvez valha a pena mandar um e-mail contando dessa novidade.

Porém, avalie a relevância do que está comunicando.

Automação

Não vou entrar muito em detalhes em automação de marketing por ser um tópico bastante complexo. Porém, vale a pena você já saber que existe e buscar saber mais depois.

Algo bacana que podemos fazer com os e-mails é automatizá-los. Por exemplo, imagine que um usuário entrou no seu site, visitou a página de serviços que você oferece e depois deixou o e-mail na sua lista.

Como você sabe que ele entrou na página de serviços, você pode mandar um e-mail customizado falando sobre os serviços que oferece em mais detalhes.

Dois dias depois, é possível avaliar se aquela pessoa abriu ou não o seu primeiro e-mail e, em cima dessa informação, tomar a decisão de mandar outro e-mail ou então fazer alguma outra ação.

Criar fluxos automatizados de comunicação é um dos grandes benefícios do e-mail marketing pois podemos falar com nossos consumidores no momento certo e da maneira certa.

3 – Serviços

Abaixo selecionei alguns serviços que podem te ajudar a começar no mundo do e-mail marketing.

Tem serviços gratuitos e pagos e, naturalmente, vou indicar minhas recomendações.

3.1 – Mailchimp – O melhor para começar

Se você está começando agora e não entende muito sobre e-mail marketing, sugiro começar com o Mailchimp.

Já há muito tempo e até a última data de revisão desse artigo é possível ter até 2 mil e-mails cadastrados gratuitamente.

Apesar da automação de marketing ser bem simples nele, você já pode também explorar sequências de e-mails automáticas e outras ferramentas bacanas.

Inclusive, se você quer mandar e-mails mais bonitinhos do que só texto, ele tem templates já prontos e bem bonitos.

3.2 – Mautic – Serviço poderoso, gratuito e avançado

Resolvi mencionar o Mautic pois grande parte dos leitores aqui da Iglu são Desenvolvedores Web. Sugiro o Mautic para aquelas pessoas que já possuem um conhecimento de tecnologia um pouco maior.

Ele é um software de código livre (Open Source), então é 100% gratuito. Porém, é preciso subir um servidor e instalá-lo manualmente. É possível utilizar o Bitnami para te ajudar, mas ainda assim não é tão simples.

No entanto, se você passar pelas dificuldades iniciais, terá em suas mãos um software completo e cheio de ferramentas que se comparam a soluções caras.

3.3 – E-goi, Leadlovers e Active Campaign

Para finalizar, vou te dar algumas outras opções muito boas e que são recomendadas para quem já está crescendo, quer algo mais completo que o Mailchimp mas não quer mexer com servidor e instalar o Mautic na mão.

Conclusão

Parte do sucesso de um negócio online é utilizar os recursos disponíveis da melhor maneira. Nessa série de Como criar um site passamos por vários aspectos para que seu site tenha o sucesso que almeja e, por isso, não podemso deixar de mencionar o e-mail marketing.

Mandar bons e-mails vai te ajudar muito em manter um relacionamento de confiança com seus consumidores e também ajudar a promover seus serviços online.

Divirta-se!

Gostou do artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
André Lug

André Lug

Apaixonado por design e desenvolvimento de websites. De vez em quando gosta de escrever sobre produtividade, como é ser um freelancer e algumas reflexões da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou?

Junte-se às mais de 2 mil pessoas que acompanham as novidades no mundo do design e desenvolvimento web!