Toda empresa ou negócio hoje precisa de um website de qualidade e está cada vez mais dependente de uma presença online forte. A pressão para ter um bom site é enorme. Contudo, alguns empreendedores possuem noções um pouco erradas sobre como funciona o desenvolvimento e design de websites. Além disso nunca foi tão fácil aprender websites e qualquer um hoje pode começar com pouca orientação.

Esse artigo irá explorar algumas questões que pessoas não muito próximas da tecnologia podem ter a respeito de processo. Se você ou é um empreendedor buscando entender um pouco mais ou um profissional da área com o intuito de saber explicar melhor seu trabalho, esse artigo será de valia.

Web design é fácil de se fazer

Podemos começar com um dos maiores problemas que realmente atrapalham o processo de criação, que é que web design é fácil de se fazer. Não é. Naturalmente sites bonitos e interativos passam a impressão de serem fáceis de se fazer, mas ele não chegou nesse ponto sem muito trabalho e pesquisa por trás. Cada botão ou funcionalidade levou horas de código e trabalho criativo/design e cada layout requer talento para ser refinado e refletir realmente a marca do cliente.

Ao contrário do que a nossa intuição possa achar, os sites mais simples e limpos muitas vezes são os mais difíceis de se fazer. Já aqueles super complexos, pode ter certeza que são muito caros. Então a próxima vez que você reparar em um site sensacional, lembre-se de que ele provavelmente levou muitas horas para ser criado e não deve ter sido muito barato.

Os designers e programadores devem responder imediatamente a cada pedido

Muitos desenvolvedores e designers tem como um ponto importante na escolha de suas carreiras a liberdade de poder trabalhar no seu ritmo. Todo mundo trabalha de forma diferente e pessoas criativas tendem a não ser muito produtivas nos horários tradicionais. Mais do que isso, não há produtividade sem paz e isolamento nessas áreas.

Um bom profissional deverá informar os horários que estará disponível para telefones, e-mails e reuniões. Mais do que isso, esperar que um e-mail seja respondido prontamente ou questionar sobre a conclusão de uma tarefa antes de haver tempo hábil para tal é bom esperar sentado. Além disso exigir ou cobrar isso irá minar a empolgação e produtividade desse tipo de profissional.

Da mesma forma que esperamos que nosso tempo seja respeitado, o time de designers ou desenvolvedores em questão deve ter seus momentos. A melhor forma de se lidar com esse tipo de coisa é antes do projeto começar estabelecer todas as regras e boas práticas com relação à comunicação.

Todos precisam estar envolvidos no processo

É muito importante que todos estejam na mesma página no desenvolvimento de um projeto. Mas nem todo mundo precisa estar envolvido em toda reunião, comunicação ou questão. Muitos empreendedores buscam informar todo mundo sobre qualquer mudança ou desenvolvimento de cada projeto em uma empresa, mas isso pode gerar uma perda de tempo enorme não só para esse empreendedor mas também para muitos profissionais envolvidos.

A melhor forma é manter os assuntos centralizados nas pessoas que realmente estão ativamente trabalhando no projeto. Os programadores não precisam saber sobre as nuâncias do marketing e nem os escritores do blog saber porque um botão no site está sendo alterado. Fazer as reuniões e meios de comunicação mais limpos e com menos membros simplifica a resolução de problemas, economiza tempo e dinheiro e faz com que cada profissional possa concentrar naquilo que ele ou ela realmente precisa fazer.

Além disso, podemos mencionar também que cada nova opinião, principalmente de pessoas de outras áreas, na área em questão faz com que a resolução seja mais complicada. Aconteceu uma vez comigo quando eu estava prestando um serviço para uma empresa e só faltou o porteiro do estabelecimento comenta sobre o layout do site, pois o resto todo já tinha dado alguma opinião. Isso gerou um problema pois aconteceu um vai e volta no design que atrasou a entrega do projeto em quase um mês.

O site está pronto, o trabalho está pronto

Felizmente e infelizmente (depende do ponto de vista), websites devem sempre ser renovados e atualizados. Não adianta nada fazer um site bonito e ‘atual’ e ficar depois 5 anos sem mexer em nada nele. A internet está constantemente se transformando e as empresas realmente sérias precisam acompanhar as tendências para demonstrarem confiança e atenção.

Seja por uma mudança no algoritmo da Google ou uma nova moda estética, pode mudar várias vezes em um mesmo ano. Quantas vezes você já entrou num site em um ano e no rodapé viu o famoso “copyright” de alguns anos pra trás. Se nunca reparou comece a rolar os sites até o rodapé e observe. Também, os conteúdos devem ser atualizados!

Desenvolvedores de websites devem constantemente conferir links quebrados, analisar a experiência dos usuários e as funcionalidades do site. Da mesma forma que marketeiros estão constantemente buscando se atualizar e atualizar os conteúdos dos sites e mídias sociais para se adequarem às tendências de SEO e engajamento mais modernas, os webdesigners devem fazer o mesmo com a estrutura dos sites.

É importante entender que ao contratar um desenvolvedor para criar um site para sua empresa ou projeto, ele está criando uma criatura digital que precisa ser mantida e atualizada.

Designers e desenvolvedores devem fazer o que eu falo

É compreensível que muitos empreendedores achem todas as decisões passem por eles ou elas. Afinal de contas é o seu dinheiro e projeto e você que irá determinar o seu curso, não é mesmo? Não necessariamente. Cada profissional é especialista em uma área e não é atoa que essa pessoa será contratada por você; ela deve ter demonstrado esse conhecimento. Mesmo que você ache que uma parte do design ou desenvolvimento não esteja de acordo com o que você acha correto, é importante não simplesmente ordenar uma mudança, mas sim conversar e entender o por quê das decisões e opções.

Se você está trabalhando com um profissional experiente e de qualidade, provavelmente haverá razões por trás das escolhas feitas. Os melhores profissionais, inclusive, saberão explicar exatamente porque tomaram um determinado rumo no desenvolvimento ou design. Sua opinião e feedback construtivo sempre será de grande valia e pode, inclusive, mudar o curso de um projeto, mas dizer que algo está errado e que deve ser de um outro jeito simplesmente pode acarretar em um site que não irá performar bem quando lançado.

Site pronto! Agora os visitantes virão aos montes

Da mesma forma que existem bilhões de usuários na internet, existem outros milhões de sites competindo por atenção. É natural achar que só por colocar seu site no ar visitantes aparecerão, mas na realidade apenas uns ‘gatos pingatos’ provavelmente o acessarão sem um trabalho maior para os atrair.

Nesse ponto que é importante alinhar o seu programa de marketing para que não só pessoas visitem o site mas para que a visita no site não seja o simples objetivo final. Websites – principalmente sites institucionais, servem como meio para que o visitante realize uma ação posterior. Seja a ação comprar algo, deixar uma mensagem ou visitar um local físico, os sites devem orientar e guiar os visitantes para esse fim.

Webdesigners criam os sites, mas não é o trabalho deles fazer com que o site seja visitado. Eles podem até preparar o site para que nenhuma visita seja perdida através de uma boa experiência e design, mas é o trabalho do marketing trazer os milhares de usuários para ele.

Qualquer um pode criar um site

Existem centenas de construtores de websites disponíveis online. Infelizmente isso levou a um conceito que qualquer um pode criar seu site e isso não é bem a verdade. Apesar de algumas dessas ferramentas serem muito boas, há muita diferença entre sites desenvolvidos por programadores e designers (feitos na mão)  e esses feitos a partir de construtores online.

A não ser que seu negócio seja muito pequeno e simplesmente não há verba para contratar um programador, você deve pensar em sites feitos por construtores como temporários ou não uma opção. Além de você não ter controle sobre o seu código/site e ficar refém do serviço, você será apenas mais um site igual a diversos outros na internet. Mais do que isso, você não terá uma solução que foi feita com o intuito de cativar os seus clientes e provavelmente não performará bem, seja na velocidade do site ou na experiência.

É só copiar o site do concorrente

Sites de concorrentes são ótimas fontes de referência. São ótimos para entender qual é a tendência de determinado mercado online. Contudo, alguns empreendedores levam essa questão longe demais e buscam copiar o que outros fazem uma vez que “se está dando certo para eles, dará para nós”. Apesar de alguns elementos nos sites dos concorrentes impressionar, eles devem ser considerados como inspiração e não um template.

Todo site possui coisas bacanas e falhas. Ao tomar um site de um concorrente como exemplo, é importante buscar a inspiração nas coisas boas e a resolução do que não funciona muito bem. Além disso, cada site deve ser único para mostrar para os clientes a identidade e força de sua marca. Designers e programadores devem saber fazer isso e entregar algo que reflita o melhor. Resistir a tentação de simplesmente copiar deve ser algo presente não só para os empreendedores mas também para os profissionais envolvidos.

Webdesign não devia custar caro

Uma das maiores frustrações para os programadores e designers é que o seu trabalho não deveria custar muito. Um site que funciona bem e aparenta bem é o resultado de muitas horas de trabalho e esforço. Se você tiver um orçamento baixo, saiba que o resultado estará longe do melhor e provavelmente não servirá aos propósitos de encantar, informar e orientar seus clientes.

Webdesigners fazem muito mais do que apenas colocarem algumas imagens e textos em uma página, eles buscam criar experiências que guiam os usuários para executar determinadas ações. Sem isso os websites hoje não tem muito sentido. Sites devem refletir a identidade de uma empresa, funcionar com velocidade e podem transformar simples visitantes em leais clientes.

Devemos pensar nos websites como investimento e o resultado e efetividade deles em geral é proporcional ao tanto que você investe.

 

Aqui na Iglu nós criamos sites para empresas e pessoas. Sempre tentamos colocar o máximo de qualidade em nossos projetos. Se estiver buscando um website, confira nossa calculadora para ter uma noção do valor e vamos conversar!

 

Artigo baseado no post do blog Speckyboy.

 

Divirta-se!

Autonomia Profissional Banner