Há uns anos atrás eu devagar fui me inclinando para a área de desenvolvimento de softwares. Eu já era formado em Relações Internacionais e estava passando por um momento de indecisão sobre o que eu gostaria de fazer na minha vida. O que eu já sabia é que eu não queria ser um analista internacional mais.

Comecei um segundo curso de graduação em Ciência da Computação, mas logo no início do segundo semestre eu percebi que lá eu não iria aprender o que eu gostaria na velocidade que eu gostaria. O curso ensinava a programação de softwares juntamente com muita matemática e aquele monte de matérias que são mais complementares do que realmente úteis para programar. O que eu queria era fazer websites.

Aproveite também para conferir nossos outros artigos sobre programação e desenvolvimento web.

Passei cerca de dois anos pesquisando e aprendendo na internet a programar, mas mais importante eu criei muitos sites para realmente desenvolver minhas habilidades. Desde então se alguém me pede alguma dica ou orientação para começar na área eu costumo apontar algumas boas referências – e também o que não fazer – . Naquela época não tinham tantos recursos como hoje. Cada vez mais os sites dedicados ao ensino de programação ficam melhores, mais fáceis e interativos. Por isso que digo que nunca foi tão fácil aprender programação ou desenvolvimento de softwares e websites quanto em 2017! Aqui vão algumas boas referências (algumas não possuem suporte em português, mas vou citar mesmo assim pois são excelentes):

Codeacademy

Esse provavelmente é hoje uma das opções mais procuradas. Os cursos são bem estruturados e as explicações são simples e diretas para aprender. Mais do que isso, os cursos são interativos, proporcionando uma experiência de realmente aprender fazendo. Enquanto você pratica o sistema aponta os erros e vai te dando dicas de como consertar o código.

Se você não tem nenhum conhecimento de programação, uma boa dica é começar pelos cursos de Web Fundamentals ou pegar já uma linguagem, como PHP, JavaScript ou Ruby. No site você tem até acesso a pessoas que aprenderam no Codeacademy e hoje são profissionais que trabalham na área. O melhor de tudo: É tudo de graça!

Treehouse

Talvez até mais do que o Codeacademy, o foco dos cursos no Treehouse é na prática. As aulas são orientadas à criação de projetos reais então qualquer pessoa que deseja criar um website ou aplicativo pode focar diretamente no objetivo sem precisar delongar muito em partes do aprendizado de programador que não precisam naquele momento. Os cursos são muito variados e você pode realmente se desenvolver muito nessa plataforma que possui vídeos de ótima qualidade para todos esses cursos.

Contudo, ela não é gratuita e os vídeos das aulas . Custa US$ 25,00 por mês para a versão mais básica. Eles possuem cursos tanto para completos iniciantes até experts desejando aumentar o conhecimento em alguma área específica ou mesmo rever alguns conceitos. Fique à vontade para escolher cursos em HTML, CSS, jQuery, JavaScript, Ruby on Rails e muitos outros.

Vale a dica para assistir no YouTube o Treehouse Show, que é um programa dos criadores do site sobre o que há de novo e legal na web para desenvolvedores, programadores e até designers.

Code Avengers

Esse site é muito bacana e divertido. O pessoal que fez esse site ‘tem a manha’ de transformar a parte chata e lenta do aprendizado de código em algo bem legal e interativo. No presente momento eles não possuem cursos em todas as linguagens, mas é ótimo para aprender o básico da criação de websites, APPs e games. O site está disponível em português!

São três levels de treinamento em cada linguagem e cada uma dura cerca de 10h para se completar. Assim como o Codeacademy, esse aqui é gratuito. Então não tem desculpa para não testar.

Code School

Provavelmente um dos que eu mais gosto dessa lista. Aprendi tanta coisa com esse pessoal que já os tenho na minha lista de recomendações obrigatórias. No entanto esse é um site que eu sugiro você ir depois que já tiver passado ou pelo Codeacademy ou pelo Code Avengers. Você conseguirá aproveitar dele muito mais se já tiver algum conhecimento, então recomendo ainda mais se você já estiver no “nível intermediário”. Você consegue ir bem a fundo através dos “caminhos” que eles possuem, que são sequências de cursos destinados para o aprendizado completo de determinada habilidade.

As aulas são em vídeo e em seguida você tem um ambiente virtual para treinar e testar os conhecimentos. As aulas são em inglês e o sistema é todo gamificado, o que dá uma motivação a mais para completar e tirar boas notas. Muitos dos cursos são gratuitos, mas a parte boa mesmo é paga, custando US$ 25,00 por mês também.

Udacity

Altamente indicado para quem também está um pouco na frente no aprendizado – intermediários e avançados. As aulas são lecionadas por professores excelentes e renomados na indústria, incluindo funcionários da Google por exemplo. As aulas não são tão interativas e possuem apenas alguns quizes para testar os conhecimentos, por isso ser uma pessoa com boa autodidata é importante.

O site possui mais vídeos do que a maioria dos outros mencionados aqui e passam referências e exemplos de situações reais, então é bem interessante. Você pode se inscrever em cursos gratuitamente ou então fazer alguns dos “nanodegrees” pagos deles. Os Nanodegrees lhe dão um certificado e você é acompanhado pelos professores e equipe do site ao longo do processo. Algo mais parecido com uma aula virtual de uma faculdade (EAD – Ensino a Distância).

Coursera

Muito parecido com o Udacity, o Coursera traz uma experiência mais acadêmica para você sem custos. Ele providencia cursos inteiros gravados em universidades no mundo todo e em várias línguas. É uma boa oportunidade de aprender com os melhores professores!

Grande parte dos cursos são gratuitos, mas para obter certificados e acesso a alguns outros cursos restritos é necessário pagar. Para iniciantes é interessante, mas não há muita interação e foco em prática, de modo que talvez seja melhor priorizar as primeiras recomendações desse artigo.

Khan Academy

Naturalmente esse site aqui já é tão esperado nesse tipo de lista que tive que colocar aqui também. Apesar de não utilizar ele muito, não posso negar a quantidade de conteúdo gratuito e de ótima qualidade que ele oferece. São excelentes tutoriais em vídeo no estilo que você encontra no YouTube. É uma boa fonte para iniciantes, principalmente se você é uma pessoa autodidata.

Udemy

Esse site é, na minha opinião, o melhor mercado de cursos pagos hoje. Você pode escolher o curso que quiser de quem quiser e existe uma variedade enorme de preços e tamanhos disponíveis. Não há como falar se um ou outro é bom pois eu não apenas fiz um curso de programação pelo Udemy. Em geral procure os cursos que mais possuem avaliações positivas ou então algum novo que você ache que vale a pena arriscar.

Stackoverflow

Esse é o site que você provavelmente irá parar após qualquer pesquisa de problemas em seu código no Google. Esse sites de perguntas e respostas é o maior comunidade de programadores que eu conheço e sua versão em português está muito boa também – mas para algumas coisas mais específicas provavelmente você só vai achar em inglês.

Você pode perguntar o que quiser sobre seus códigos que a comunidade irá ajudar em poucos minutos ou horas em geral. Tome cuidado apenas para não repetir perguntas que já estejam no site – senão aí a comunidade não vai ser muito simpática. E se você souber algo que outra pessoa está perguntando, não exite em ajudar também.

Concluindo

Posso dizer com certeza que o melhor jeito de aprender a programar e fazer mágica com código é pela via online. Nos Estados Unidos ainda temos outras opções como alguns “Bootcamps” que proporcionam  uma experiência offline de imersão em grupo para o aprendizado de código – desconheço algo tão legal assim aqui no Brasil mas se conhecer deixa um comentário aqui abaixo por favor.

Os recursos acima me ajudaram muito e espero que te ajudem também a melhorar suas habilidades para se tornar cada vez mais um bom programador ou uma boa programadora!

Aproveite também para conferir nossos outros artigos sobre programação e desenvolvimento web.

Artigo baseado no post do site Speckyboy.

 

Divirta-se!

Autonomia Profissional Banner